domingo, 14 de março de 2010

SOB MEDIDA

Podemos contar os dias
As horas, os minutos
Podemos contar o tempo juntos

Podemos contar as palavras
As vezes que dissemos
As vezes que deixamos de falar

Podemos contar histórias
Os momentos juntos
As fotos e os fatos

Podemos contar os pelos do corpo
Os dedos das mãos e dos pés
Contar os beijos

Podemos até contar os passos juntos
Os caminhos trilhados
Os desencontros casuais

Agora se tem uma coisa incontável
É sem dúvida alguma
A medida do meu amor por você.

MAU

Um comentário:

  1. Solange Borguesan27 de maio de 2010 17:17

    É verdade!
    Mas nós seres feitos de matéria somos tentados a buscar a medida de tudo.
    Porém nada mal passar uma vida toda inventando medidas que possam mensurar nosso amor: especialmente se dentre as possibilidades de medidas estão que vc diz... contar o tempo juntos, contar as palavras
    As vezes que dissemos
    As vezes que deixamos de falar...
    Nada mal!

    ResponderExcluir